Páginas

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Reviravolta

É engraçado o curso da vida. O caminho que ela segue quando é “amiga” (ou não) do tempo. Por falar nele, mais incrível ainda é o que ele é capaz de fazer. É capaz de deixar saudade, fazer esquecer, ou simplesmente fazer crescer.

Tem horas que a gente se pergunta o porquê de certas coisas/situações/pessoas aparecerem no nosso caminho. Muitas vezes parece que a vida nos prega uma peça, de tão difícil que é compreender no momento. Na nossa concepção acontece na hora que a gente menos precisa, ou talvez seja a hora que a gente mais precisa e não consegue perceber de cara.

Às vezes é preciso sentir na pele pra entender o que já fizemos os outros passarem, mesmo que tenha sido sem intenção. Às vezes é preciso passar pela mesma situação novamente pra você não deixar passar despercebido o que você deixou da primeira vez. Superar o que você não havia superado e crescer mais um pouco, afinal de contas nunca é demais. Tudo serve de aprendizado. Precisamos saber lidar com os problemas e passar por cima deles sempre tirando uma lição, se não terá sido tudo em vão.

E quando você percebe isso, cedo ou tarde, você vê que não vale a pena se privar por quem não dá a mínima pra você. Se importar demais com quem não se importa e muito menos guardar rancor, porque isso é o que menos nos acrescenta; aliás, isso não nos acrescenta nada, só nos faz mal.

E isso tudo você só descobre quando ele passa; quando ele assim como a vida, completa seu curso, só que no relógio.

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

A(Deus) ano velho!

  É, 2014 já bate apressado na nossa porta. Um ano novinho se aproxima, cheio de expectativas, novas promessas, só nos esperando... 

  Nunca tive o hábito de agradecer por tudo que passou no decorrer de um ano, talvez pelas coisas ficarem sempre na mesmice e boa parte disso ser culpa minha. Mas esse ano algo me fez querer sair disso e querer agradecer muito por cada segundo.

  E que ano foi esse! Foi um ano muito marcante pra mim, com tudo que aconteceu era impossível eu continuar a mesma. E sei que tudo tem um propósito e o carinha lá de cima só estava esperando a hora certa pra colocar tanta gente incrível no meu caminho e fazer desse ano diferente dos outros. Portanto quero agradecer demais por cada um que entrou na minha vida esse ano. Podem ter a certeza que só vieram pra somar e vocês não fazem ideia do quanto fizeram diferença! De verdade, com vocês amadureci minha alma e meu coração, e confesso que precisava muito. Obrigada por fazerem parte disso. 

  Queria agradecer também aos amigos de longa (ou curta haha) data. Os verdadeiros, que sentem que são quando tiverem lendo isso. Obrigada pela amizade, pelo apoio de sempre e por mais um ano comigo. Sei que muitos de nós agora vamos traçar nossos caminhos, mas peço que isso não seja uma barreira. Mesmo aqui - na mesma (e minúscula) cidade - há uma "distância" entre muitos de nós, e isso nunca atrapalhou em nada, não é agora que isso vai mudar. E mesmo com uma distância real e muito longa entre outros, isso também nunca foi um problema. Aqui ou em Londres (<3) meu amor e minha amizade serão os mesmos e quem me conhece sabe disso. Queria muito que alguns fossem mais presentes, sinto falta disso, mas ainda continuo amando ~muito~ vocês! Obrigada! Pai e mãe é indispensável agradecer vocês, obrigada por tudo! E a toda nossa família também!

  Desde já peço desculpa por alguma coisa e desejo a vocês um ano maravilhoso! Que Deus dê força, coragem e perseverança pra superar as barreiras que alguns estão passando. E que traga um ano cheio de paz, amor, luz, alegrias e sucesso pra todo mundo! Feliz Ano Novo!!

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Recomeço

Por muito tempo esse espaço serviu como um desabafo, algo que me fazia depositar tudo que eu tinha em mim sem me preocupar se a escrita estava certa ou coerente. Era uma coisa de impulso, de momento, era sentimento. Confesso que depois de tanta besteira que eu já escrevi aqui me deu vontade de apagar tudo, rs, mas acho que não era o certo a fazer. Afinal de contas, isso tudo aqui faz parte de mim. Foi aqui que eu comecei minha paixão pela escrita e é tão gostoso ver a evolução das coisas...
 
Me pegava chorando quando eu escrevia boa parte dos textos que se encontram aqui, e pelo jeito essa mania minha não mudou. Por um bom tempo minha Árvore ficou abandonada, suas folhas murcharam, caíram. As palavras não vinham e o sentimento que tanto era presente foi sumindo aos poucos... Mas como pra tudo tem um recomeço, basta a gente querer, chegou uma nova primavera pra nossa Árvore Azul! Nossa sim, porque foi em respeito a alguns aqui que eu não apaguei tudo e foi por vocês que eu tive vontade de voltar pra cá e cuidar do meu espacinho <3.

Espero não deixar isso abandonado de novo, espero de coração. Prometo que sempre que tiver inspiração, vontade e tempo eu dou uma passadinha aqui! E tentarei fazer com que essa árvore nunca deixe de florescer!

Portanto, sejam muito bem vindos! De novo ♥

terça-feira, 30 de abril de 2013

Decepção

Somos tão idiotas ao acreditar com confiança que as coisas são eternas, que os sentimentos aos poucos se enferrujam, mas nunca perdem seu verdadeiro valor.

Acho que tenho sérios problemas de confiança. De confiar demais em quem não merece tanto de mim. Na real, o pra sempre pode até existir, mas não deve ser exatamente como a gente pensa ou queria que fosse. O que é verdadeiro sentimos desde o início, já o que não é, a gente percebe com o tempo e depois toma alguma atitude e segue em frente com a vida.
 
É natural de vez em quando fazer uma limpeza de pessoas sem nenhuma função na nossa vida, principalmente quando nos enganamos sobre elas. Mas nosso principal erro com as pessoas, é que esperamos demais delas, esperamos o pra sempre com a colaboração delas e na maioria das vezes nos decepcionamos.

O fato é que não deveríamos esperar que as pessoas nos façam feliz, não depender delas para isso, porque sempre tudo estará sujeito a uma decepção.

sábado, 22 de dezembro de 2012

Nostalgia

Toda vez que a saudade aperta aqui, eu pego o melhor presente de aniversário que eu já ganhei e o encaro. Pelo incrível que pareça, isso te traz pra mais perto de mim, mesmo sabendo que você está a quilômetros de distância.

Quando o tempo passa e os compromissos não me deixam saber tanto da sua vida, também me recorro a algumas lembranças e tudo volta atrás novamente. É incrível como eu ainda me emociono com esse sentimento e a cada dia, sei que ele nunca vai passar.

Também parei de preocupar quando te criticam, pois eu sei que as pessoas que te apoiam e se orgulham de você é muito maior que tudo isso. Aos olhos de alguns, isso ainda continua sendo besteira. Porém, só eu sei o quanto esse sentimento amadureceu e se tornou mais forte.

A dor aperta à medida que os dias passam e chegam a completar um ano. Dói a incerteza do próximo abraço. Aquele mesmo abraço que me fez sentir que eu tinha uma parte da minha vida envolta dos meus braços.

Mas sabe o que eu sei? Que mesmo que isso demore a voltar acontecer, a primeira oportunidade que aparecer, eu não vou desperdiçá-la. Enquanto isso, você vai recebendo de várias outras pessoas que sentem o mesmo que eu e vão ter sua oportunidade antes de mim, todo o amor que você merece. Te vivo!